TROLLER

Após ter projetado, desenvolvido e comercializado inicialmente lanchas, o carro anfíbio, buggys, ambulâncias, pick ups e veículos utilitários, Rogério Farias começa a sonhar com o desenvolvimento de um veículo 4x4 com chassi tubular de alta resistência que suportasse o alto índice de salinidade das praias do Nordeste e ao mesmo tempo fosse capaz de superar grandes obstáculos como os encontrados no off road.


Estrutura

A carroceria seria totalmente de plástico reforçado com fibra de vidro mecânica inovadora e potente para competir nacionalmente com os carros importados já existentes.

Em 1994 Rogério Farias dá início a seu projeto e implanta a Troller Veículos Especiais passando a dedicar-se ao novo projeto e durante um ano, trabalha arduamente fabricando e testando cada peça artesanalmente. Como resultado de um sonho e amor pelo esporte, surge um carro arrojado bonito e com a potência dos campeões.


Em novembro de 1995 o jipe Troller foi concluído e sobre sua supervisão eram inicialmente fabricados de 3 a 4 carros mês, contudo era necessário que o carro participasse de competições para que se tornasse conhecido e obtivesse sucesso no mercado nacional.

Com ajuda e crítica de pilotos, amigos e usuários, foram eliminados os pontos frágeis e vulneráveis do veículo. Algumas mudanças foram decisivas para o aperfeiçoamento do Troller tornando-se reconhecido e admirado pelos amantes do off road.


Em 1997 com a grande demanda surge a necessidade de expansão, Rogério Farias associa-se ao empresário cearense Mário Araripe, forma-se então uma parceria bastante significativa resultando num projeto de sucesso nacional.

Em 2000 participa do maior Rally do mundo Paris Dakar, sendo classificado em 4° lugar em sua categoria. Em 2001 o jipe Troller participou de várias competições na Europa, Ásia, África e América Latina conquistando o 1° lugar por antecipação no Campeonato Mundial de Rally.


Em 2002 Rogério desliga-se da Troller S/A
e parte para novos projetos.

AGRADECIMENTOS:

Quero agradecer a todos que comigo colaboraram, fizeram comentários, críticas e sugestões para a construção e realização do Troller. Aos Jipe Clubes e a todos pelo suporte proporcionado garantindo o sucesso desse projeto.

A minha família por todo amor que me inspira a ir adiante na realização dos meus sonhos.

Gostaria de prestar uma homenagem ao meu amigo Beto Sales, um mestre na mecânica, que viveu entre nós e que com seu conhecimento contribuiu com o aperfeiçoamento do meu projeto.